Análise do protagonismo municipal em políticas de segurança pública na zona sul do Rio Grande do Sul

  • Luiz Antônio Bogo Chies Universidade Católica de Pelotas (UCPel)
  • Samuel Malafaia Rivero Universidade Católica de Pelotas (UCPel)
Palavras-chave: Segurança pública, Políticas de segurança pública, Protagonismo municipal, Rio Grande do Sul, Eleições

Resumo

De que forma o tema da segurança pública tem surgido na agenda política de municípios afastados dos eixos das capitais e regiões metropolitanas? Esta é a pergunta maior à qual se relaciona esta pesquisa, cujo primeiro resultado é um panorama dos indícios do protagonismo municipal em relação às políticas de segurança pública na Zona Sul do Rio Grande do Sul (RS). A partir de categorias como modelo tradicional de segurança e modelo com cidadania, são analisados dados referentes às candidaturas ao Poder Executivo de 27 municípios em 2012 e 2016, bem como à institucionalização de instâncias municipais favorecedoras do protagonismo político. Os resultados permitem indicar que a pauta da segurança pública consolidou seu ingresso no âmbito das disputas políticas municipais, não obstante ainda se configure como um tema de discursos tensos e estratégias polarizadas por modelos e paradigmas divergentes.

Biografia do Autor

Luiz Antônio Bogo Chies, Universidade Católica de Pelotas (UCPel)
Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e em Ciências Jurídicas e Sociais - Universidad Del Museo Social Argentino. Possui graduação em Direito pela Universidade Federal de Pelotas e em Comunicação Social pela Universidade Católica de Pelotas. É professor adjunto da Universidade Católica de Pelotas.
Samuel Malafaia Rivero, Universidade Católica de Pelotas (UCPel)
Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Política Social e Direitos Humanos da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Brasil. Pesquisador do Grupo Interdisciplinar de Trabalho e Estudos Criminais-Penitenciários (GITEP). É Mestre em Ciências Criminais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e graduado em Direito pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel).
Publicado
2019-12-20