A imprecisão da linguagem da lei e a dificuldade de comunicação entre delegados e peritos nos crimes de pornografia infantil pela Internet

  • Amanda Wendt Mitani
Palavras-chave: Crimes de pedofilia pela Internet, Linguagem jurídica, Linguagem da informática, Comunicação entre delegados e peritos

Resumo

O presente artigo presta-se a analisar o enunciado dos tipos penais de difusão de pornografia infantil pela Internet e o contexto deinsegurança jurídica deles proveniente, atentando para a dificuldade de compatibilização entre a linguagem da lei e a da informáticautilizada para se referir às ações praticadas no âmbito da Internet, em meio virtual. Concede-se enfoque às questões vivenciadasno dia-a-dia da atividade policial realizada por delegados e peritos, com vistas a apurar a prática de tais delitos, observando-se assutilezas das diversas interpretações das leis, o que faz da tarefa de relatar inquéritos desse tipo de investigação um trabalho deprecisão e atenção aos detalhes.

Biografia do Autor

Amanda Wendt Mitani
Amanda Wendt Mitani é graduanda do curso de Direito do Centro Universitário de Brasília – UniCEUB.
Publicado
2012-03-01