Crime, criminosos e prisão: um estudo sobre a reincidência penitenciária em Montes Claros - MG

  • Herbert Toledo Martins
  • Victor Neiva Oliveira
Palavras-chave: Reincidência penitenciária, Criminosos, Prisão, Crime, Punição

Resumo

O artigo reflete sobre a questão da reincidência e dos reincidentes penitenciários em Montes Claros, MG. Objetivamos compreender o porquê do retorno ao mundo do crime desses indivíduos quando retomam a liberdade civil.  Parte-se do pressuposto de que a figura do reincidente penitenciário é produzida no interior dos estabelecimentos prisionais, ou seja, a prisão agrava a reincidência e produz a delinquência. A investigação compreendeu duas estratégias metodológicas: primeiramente realizamos uma análise das fichas cadastrais dos detentos no presídio da cidade e, em seguida, através de uma abordagem qualitativa, utilizou-se a técnica de entrevista em profundidade. Com isso, pretendeu-se valorizar o ponto de vista do reincidente penitenciário, buscando compreender suas vivências tanto na sociedade intramuros quanto na sociedade extramuros.

Biografia do Autor

Herbert Toledo Martins
Membro Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia/UFRB. Professor do Mestrado em Gestão Pública e Segurança Social da UFRB. Coordenador do Grupo de Pesquisa em Conflitos e Segurança Social/GPECS. Pesquisador do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos – INCT-InEAC, Niterói/RJ
Victor Neiva Oliveira
Graduado em Ciências Sociais pela Unimontes. Mestrando em Sociologia pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG.
Publicado
2013-09-01