Além das técnicas de entrevista: características individuais em entrevista investigativa com testemunhas

  • Maria da Graça Ballardin
  • Lilian Milnitsky Stein
  • Rebecca Milne
Palavras-chave: Características do entrevistador, Testemunha, Atitude do entrevistador, Polícia Federal

Resumo

A literatura psicológica sugere que a experiência da testemunha não se resume a um fenômeno mnêmonico, refletindo, também, a influência de forças sociais. No contexto forense a atitude do entrevistador, primeiro ponto de contato com a vítima ou testemunha, é crucial para o processo de obtenção de informação e o provável sucesso da investigação. O presente estudo refere-se ao levantamento de características do entrevistador que se mostram relevantes na obtenção de testemunhos, em quantidade e com acurácia. Pretendeu-se identificar as variáveis individuais, relativas a aspectos de personalidade do entrevistador, que têm efeitos na quantidade e acurácia de informações recordadas pelos entrevistados, de acordo com a percepção de ambos. A amostra de 30 sujeitos constituiu-se de 15 díades, entrevistador-entrevistado.

Biografia do Autor

Maria da Graça Ballardin
Mestre em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Especialista em Comportamento Organizacional pelo Ins-tituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, Lisboa, Portugal; Especialista em Gestão da Segurança na Sociedade Democrática, pela Universidade Luterana do Brasil e SENASP; Psicóloga graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Escrivã de Polícia Federal.
Lilian Milnitsky Stein
Ph.D. em Cognitive Psychology pela University of Arizona, EUA. Mestre em Applied Cognitive Psychology pela University of Toronto, Canadá. Psicóloga graduada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora Titular da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e Coordenadora do Grupo de Pesquisa em Processos Cognitivos do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da PUCRS. Bolsista produtividade em pesquisa do CNPq. Atua nas áreas de falsas memórias, emoção e memória e Psicologia do Testemunho.
Rebecca Milne
Reader em Entrevista Forense do Instituto de Estudos de Justiça Criminal Universidade de Portsmouth, Reino Unido.
Publicado
2013-08-01