Tendências criminais sul-americanas em perspectiva comparada

  • Felipe Salazar Tobar
Palavras-chave: Estatísticas criminais, América do Sul, Segurança pública

Resumo

O objetivo do presente artigo é revisar indicadores de violência e criminalidade dos países da América do Sul. Para isso, foram sistematizadas informações de um grupo de oito indicadores dos 12 países da sub-região, a partir das principais fontes de informação oficial: homicídio, lesões, violência sexual, roubo contra pessoas, furto, roubo com invasão, furto de veículos e sequestro. O trabalho não pretende apenas oferecer uma revisão das tendências dos países da América do Sul, mas também discutir sobre a relevância da produção de informações para as políticas de segurança pública.

Biografia do Autor

Felipe Salazar Tobar
Mestrando em Justiça Criminal na Universidade Estadual de Nova Jérsei, Rutgers University. Graduado em Sociologia pela Universidade Alberto Hurtado - UAH, Chile. Pesquisador e consultor em segurança cidadã, políticas de segurança pública e sistemas de informação sobre violência e criminalidade.
Publicado
2015-10-02