Vitimização policial: análise das mortes violentas sofridas por integrantes da Polícia Militar do Estado de São Paulo (2013-2014)

  • Alan Fernandes
Palavras-chave: Vitimização policial, Segurança pública, Polícia Militar, Vitimologia, Criminologia.

Resumo

A morte de policiais constitui um capítulo à parte entre as mortes ocorridas no Brasil. Isso em razão de sua especificidade, haja vista as condicionantes bastante próprias, quando comparadas à população em geral, que os tornam vítimas em números muitas vezes superiores a outros grupos sociais, e por atingir um grupo particularmente ligado às ações para a promoção de melhores condições de enfrentamento ao crime e à violência junto à sociedade. Com essa preocupação, o presente trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa sobre casos de integrantes da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) que morreram por causa violenta, no Estado de São Paulo, em 2013 e 2014. Tendo como inspiração as “teorias de estilo de vida” (life style models) e “oportunidades” (opportunity models), o artigo busca apresentar elementos para discussão de iniciativas que minimizem os riscos a que policiais, em especial os militares, estão sujeitos.

Biografia do Autor

Alan Fernandes
Oficial da Polícia Militar do Estado de São Paulo - PMESP. Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP. Mestre Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública (Mestrado Profissional) pela PMESP. Especialista em Ciências Sociais pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo - FESP-SP. 
Publicado
2016-09-29