Estudo dos discursos e dos moldes de cooperação técnico-militar e técnico-policial entre Portugal, Brasil e Angola

  • Mónica de Melo Freitas Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa
  • Ivone Freire Costa Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Palavras-chave: Discursos, Moldes de cooperação, Setor militar, Setor policial

Resumo

O presente artigo é resultado de uma pesquisa mais ampla, de natureza qualitativa, sobre a cooperação técnico-militar e técnico-policial entre Portugal, Brasil e Angola. O objetivo é analisar a situação atual da cooperação com base em fonte bibliográfica e documental. Em particular, pretende-se descrever e examinar os discursos formulados em torno da cooperação por atores ligados aos segmentos diplomático, ao planejamento estratégico e técnico-operacional. Em seguida, ressaltam-se os pontos fortes, os pontos fracos, as oportunidades e as ameaças apresentadas pela referida cooperação. Os resultados mostram que apesar das divergências verificadas nos discursos, os atores salientam que a cooperação existente pode ser reforçada sobretudo nas áreas da formação policial e em economia da defesa. Além disso, apontam como ponto forte da cooperação a partilha de uma língua comum; como ponto fraco as assimetrias políticas, financeiras e científicas dos países envolvidos; como oportunidade, a participação conjunta em operações humanitárias sob a égide das Nações Unidas e, por fim, como ameaça, a subvalorização dos objetivos coletivos em favor dos objetivos individuais.

Biografia do Autor

Mónica de Melo Freitas, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa
Doutora em Sociologia Econômica e Pós- Doutorada em Avaliação e Gestão de Serviços de Saúde. É Investigadora Integrada no Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais da Universidade Nova de Lisboa desde 2010 e investigadora convidada na Universidade de Stanford (EUA) em 2013. Publicou vários artigos sobre o tema da cooperação na saúde e na segurança pública.
Ivone Freire Costa, Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Doutora em Sociologia Económica e das Organizações pela Universidade Técnica de Lisboa e Professora Associada IV da Universidade Federal da Bahia. É actualmente, a Coordenadora do Programa de Estudos, Pesquisas e Formação em Políticas e Gestão de Segurança Pública- PROGESP vinculado à Rede de Altos Estudos em Segurança Pública – RENAESP.
Publicado
2019-12-20