Chamada: Dossiê

Chamada de trabalhos para o Dossiê:

“A FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA”

Organizadores: Rodrigo Ghiringhelli de Azevedo (PUCRS); Marlene Inês Spaniol (PUCRS); Fernanda Bestetti de Vasconcellos (UFRGS)

 

O tema do profissionalismo dos integrantes da segurança pública no Brasil é reiteradamente apontado como um recurso importante, capaz de orientar mudanças nas práticas e nos procedimentos dominantes da polícia brasileira, ajudando a torná-la mais eficiente, responsável e efetiva nas suas atribuições. Considerando que os primeiros contatos do profissional de segurança pública com a prática da atividade de polícia serão determinantes para a constituição do seu perfil profissional, e que a totalidade destes agentes públicos passa por um curso de formação antes de começar a exercer suas funções, é a partir destes dois vetores que o policial irá adquirir os conhecimentos teóricos e práticos que irão orientar a sua atuação. Neste dossiê, temos interesse em trabalhos sobre os processos formativos de todos os órgãos policiais que integram o Sistema Nacional de Segurança Pública, inclusive com as recém-criadas Polícias Penais, assim como a formação das Guardas Civis Municipais para atuação em políticas locais de prevenção à violência, por meio de abordagens preferencialmente empíricas e utilizando dados quantitativos ou qualitativos com fontes de pesquisa nacionais e internacionais acerca do tema. São bem vindos também estudos de países latino-americanos que, assim como o Brasil, passaram por processo de redemocratização e reformulação em suas forças policiais para delinear como se dão os processos formativos destes agentes públicos, bem como analisar seus avanços e desafios. Busca-se identificar quais são os avanços ocorridos neste campo pós-redemocratização, quais os principais desafios ou barreiras enfrentados, quais as especificidades na formação dos diferentes órgãos que atuam no campo da segurança pública e qual o impacto dos cursos na realidade do dia a dia da atividade policial.

 

Cronograma

28/10/2020 – Publicação da chamada

15/03/2021 – Data máxima para envio dos trabalhos à revista

15/03/2021 – Início da triagem e encaminhamento dos artigos para pareceres

15/05/2021 – Recebimento dos pareceres de cada artigo

30/05/2021 – Avaliação dos pareceres pelo comitê editorial

30/06/2021 – Prazo máximo para autores fazerem modificações nos artigos

Fevereiro/2022 - Publicação do Dossiê

 

Acesse aqui as Diretrizes para autores