Redes sociais e segurança pública: características e reflexões à luz do processo preparatório para a 1ª Conseg

Autores

  • Thais Regina Pavez
  • Renata da Rocha Gonçalves
  • Demétrio Gaspari Cirne de Toledo
  • Sara Azevedo Cardoso

DOI:

https://doi.org/10.31060/rbsp.2011.v5.n2.105

Palavras-chave:

Segurança Pública, Redes Sociais, Conferências

Resumo

Este texto apresenta os resultados do estudo realizado para o Ministério da Justiça, com o objetivo avaliar o processo demobilização para realização da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública – Conseg. Tal processo de mobilização foiestratégico para o enfrentamento de um dos principais desafios para esse setor: ampliar a participação social na discussãosobre a política e desencadear o reconhecimento das novas propostas da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp)do Ministério da Justiça para a segurança pública, no âmbito do “novo paradigma” apresentado no texto-base da conferência.A partir da análise de dados referentes à rede de usuários envolvidos com a segurança pública, identificou-se o padrão deconectividade entre atores dessa área. Observaram-se as regularidades e mudanças no número de conexões entre entidadesparticipantes do debate público sobre o assunto da segurança e a localização relativa das entidades na rede. Com isso, foramidentificadas alterações na composição do conjunto daquelas entidades que apresentam uma intensa rede de vínculos oupodem atuar como mediadores entre distintas áreas da rede.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thais Regina Pavez

Thais Regina Pavez é administradora Pública pela Universidade do Chile. Mestre e doutoranda em Ciência Política pelaUniversidade de São Paulo e pesquisadora do Centro de Estudos da Metrópole (CEM/CEBRAP)

Renata da Rocha Gonçalves

Renata da Rocha Gonçalves é arquiteta e Urbanista, mestre em Administração Pública e Governo da FGV-SP

Demétrio Gaspari Cirne de Toledo

Demétrio Gaspari Cirne de Toledo é cientista Social, doutorando em Sociologia pela Universidade de São Paulo

Sara Azevedo Cardoso

Sara Azevedo Cardoso é jornalista e tem especialização em Pesquisa de Mercado em Comunicações pela Escola de Comunicaçõese Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP).

Referências

ABBOTT, A. Time matters: on theory and method. University of Chicago Press, 2001.

ARRAIGADA, I.; MIRANDA F.; PAVEZ, T. Lineamentos de acción para el diseño de programa de superación de la pobreza desde el enfoque de capital social: guía conceptual y metodológica. Santiago de Chile: División de Desarrollo Social, Cepal, 2004 (Serie Manuales n. 36).

BORGATTI; S. SOCNET discussion of the origins of social capital. Connectios, v. 21, n. 2, 1998..

BREIGER, R. The duality of persons and groups. Social Forces, n. 53, p. 181-190, 1974.

BURT, R. Structural holes in the social structure of competition. Cambridge: Cambridge University Press, 1992.

EMIRBAYER Manifesto for a Relational Sociology. American Journal of Sociology, v. 103, n. 2, 1997.

GRANOVETTER, M. The strength of weak ties. American Journal of Sociology, v.91, n.3, 1973.

HANNEMAN R. Introduction to social networks methods. Riversidade: Department of Sociology. University of California, 2001. .

LIN, N. Social capital: a theory of social structural and action, structural analysis in the social science. Cambridge: Cambridge University Press, v. 19, 2001.

MARQUES, E. C. Estado e redes sociais–permeabilidade e coesão nas políticas urbanas do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Revan; São Paulo: Fapesp, 2000.

MARQUES, E. C. Redes sociais, instituições e atores políticos no governo da cidade de São Paulo. São Paulo: Annablume, Fapesp, 2003.

MISCHE, A; PATTISON, P. Composing a civic arena: publics, projects, and social settings. Poetics, Published by Elsevier Science, n. 27, 163-194, 2000.

PAVEZ, T. Políticas públicas e ampliação do capital social em comunidades segregadas: o Programa Santo André Mais Igual. Dissertação (Mestrado). São Paulo: Departamento de Ciência Política, Universidade de São Paulo.

SCOTT, J. (Social network analysis. Newbury Park, California: Sage Publications, 1992 thelen, K. Historical institucionalism in comparative politics. Annual Review of Political Science, n. 2, 369-404, 1999.

TOLEDO, D. G. C. de. Redes empresariais e ação coletiva: Fiesp, Ciesp, 1992-2004. Dissertação (Mestrado). São Paulo: Departamento de Sociologia, Universidade de São Paulo.

WASSERMAN, S.; FAUST, K. Social network analysis: methods and applications. Structural Analysis in the Social Sciences. Cambridge: Cambridge University Press, v. 8, 1994.

Downloads

Publicado

01-09-2011

Como Citar

REGINA PAVEZ, Thais; DA ROCHA GONÇALVES, Renata; GASPARI CIRNE DE TOLEDO, Demétrio; AZEVEDO CARDOSO, Sara. Redes sociais e segurança pública: características e reflexões à luz do processo preparatório para a 1ª Conseg. Revista Brasileira de Segurança Pública, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 178–192, 2011. DOI: 10.31060/rbsp.2011.v5.n2.105. Disponível em: https://revista.forumseguranca.org.br/index.php/rbsp/article/view/105. Acesso em: 17 maio. 2024.