UPPs e educação

possíveis impactos da implantação das Unidades de Polícia Pacificadora na segregação escolar

Autores

  • Marcio da Costa Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Karina Riehl de Souza Almeida Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.31060/rbsp.2019.v13.n2.984

Palavras-chave:

Unidades de Polícia Pacificadora, Segregação escolar, Rio de Janeiro

Resumo

O artigo se propõe a investigar implicações potenciais de uma política de segurança pública do Governo do Estado do Rio de Janeiro – as Unidades de Polícia Pacificadora – UPPs, em aspectos das oportunidades escolares, especialmente sobre a composição discente das escolas municipais de uma região da cidade. Foi escrito antes da virtual falência desta política, em meio à crise profunda do governo estadual do Rio de Janeiro. O desenho da pesquisa se baseia na ideia de que é possível a ocorrência de alterações na composição socioeconômica nas escolas da região estudada. Para tal, foi acompanhada a evolução dos indicadores educacionais e sociais dessas escolas antes e depois da implantação das UPPs, segundo modelo de série temporal interrompida. Amostras de estudantes de uma área da cidade foram observadas ao longo de cinco anos, por meio de geocodificação. Percebe-se um possível efeito, ainda que discreto, quanto aos impactos das UPPs nas escolas, tornando o grupo de escolas localizadas a mais de 100 metros de favela(s) um pouco mais heterogêneas, quanto ao seu corpo discente, no ano de 2012 quando comparado ao ano de 2008.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcio da Costa, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Doutor em Sociologia pelo IUPERJ, com mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal Fluminense. Professor associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro e Coordenador do GT Educação e Sociedade da Sociedade Brasileira de Sociologia. Desde 2017, é diretor da Escola de Formação Paulo Freire.

Karina Riehl de Souza Almeida, Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro

Mestre em Políticas e Instituições Educacionais e graduada em Pedagogia, ambos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atuou no grupo de pesquisa do GESED Grupo de Estudos dos Sistemas Educacionais e foi bolsista do LaPOpE - Laboratório de Pesquisa em Oportunidades Educacionais do Observatório Educação e Cidade.

Referências

ALMEIDA, Gustavo; BORGES, Waleska. Lições do medo. Jornal do brasil, Rio de Janeiro, 5 de junho de 2005, p.25.

ALVES, Fátima.; BONAMINO, Alicia; LANGE, Wolfram. A geografia objetiva de oportunidades educacionais na cidade do Rio de Janeiro. In: RIBEIRO, Luiz. C. Queiroz; et al. Desigualdades urbanas, desigualdades escolares. Rio de Janeiro: Letra Capital: Observatório das Metrópoles: IPPUR/ UFRJ, 2010.

ALVES, Fátima.; RIBEIRO, Luiz.C.Queiroz.; FRANCO, Creso. Segregação Residencial e Desigualdade escolar no Rio de Janeiro. In: RIBEIRO, Luiz, C. Queiroz.; KAZTMAN, Ruben. a cidade contra a escola? segregação urbana e desigualdade educacionais em grandes cidades da américa latina. Rio de Janeiro: Letra Capital: FAPERJ; IPPES, 2008.

BARTHOLO, Tiago L.; COSTA, M.Turnos e segregação escolar: discutindo as desigualdades escolares. Cadernos de Pesquisa, v.44, p.670 - 692, 2014.

BARTHOLO, TIAGO LISBOA; costa, m. Evidence of a School Composition Effect in Rio de Janeiro Public Schools. Ensaio, v.24, p.1 - 24, 2016.

BARTHOLO, Tiago. Measuring Between-School Segregation in an Open Enrollment System: The Case of Rio de Janeiro. Journal of school choice: international research and reform, vol. 7, n.3, pp. 353-371, 2013.

BARTHOLO, Tiago. school segregation in rio de Janeiro public network: causes ande consequences. 258 páginas. Tese - Universidade Federal do Rio de Janeiro, 21 de março de 2014.

BARTHOLO, Tiago.; COSTA, Marcio. School Segregation and Educational Opportunities: Analysing the impact of a ‘lottery system’ in Rio de Janeiro Public Schools. In: european conference on educational research - ecer 2015, 2015, Budapeste. Education and Transition - Contributions from Educational Research, 2015.

BRITO, Márcia S. T.; COSTA, M. Práticas e percepções docentes e suas relações com o prestígio e clima escolar das escolas públicas do Município do Rio de Janeiro. revista brasileira de educação (Impresso), v.15, p.500 - 510, 2010.

BURGOS, Marcelo. Segregação Urbana e Segregação Institucional. Trabalho apresentado no Xiv congresso brasileiro de siociologia. Rio de Janeiro, 28 a 31 de julho de 2009.

BURGOS, Marcelo; CAVALCANTI, Mariana; BRUM, Mario; AMOROSO, Mauro; PEREIRA, Luiz Fernando. O Efeito UPP na Percepção dos Moradores das Favelas. desigualdade & diversidade (pucrJ), v. 11, edição ago/dez 2012, 2013, p. 49-97.

BUTELLI, Pedro. o impacto das upps sobre a performance escolar no rio de Janeiro. 49 páginas. Dissertação - Fundação Getúlio Vargas Escola de Pós-graduação em Economia, 17 de setembro de 2012.

CANO, Ignacio ; SILVA, Eduardo Ribeiro. Old strategies and new approaches towards policing drug markets in Rio de Janeiro. police practice and research, v. 17, p. 1-12, 2016.

CANO, Ignacio.; BORGES, Doriam; RIBEIRO, Eduardo. os donos do morroos donos do morro: uma avaliação exploratória do impacto das unidades de polícia pacificadora (upps) no rio de Janeiro. Rio de Janeir: LAV/UERJ, 2012.

CARVALHO, J. T.; RIEHL, K.; KOSLINSKI, M. C.;costa, m. Segmentação Socioespacial, Oportunidades Escolares e Patrimonialismo - sobre a construção de hierarquias internas aos sistemas públicos de ensino. Pesquisa e Debate em Educação, v.6, p.111 - 130, 2016.

COSTA, M.Famílias e acesso diferenciado a escolas públicas prestigiadas: um estudo de caso. Educação em revista (UFMG. Impresso). , v.26, p.227 - 248, 2010.

COSTA, M.; BARTHOLO, TIAGO LISBOA Padrões de segregação escolar no Brasil: um estudo comparativo entre capitais do país. educação & sociedade (Impresso), v.35, p.1183 - 1203, 2014.

COSTA, M.; KOSLINSKI, Mariane C. Escolha, estratégia e competição por escolas públicas. Pró-Posições(UNICAMP. Impresso), v.23, p.195 - 213, 2012.

COSTA, M.; KOSLINSKI, Mariane C. Quase-mercado oculto: a disputa por escolas “comuns” no Rio de Janeiro. Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas. Impresso), v.41, p.246 - 266, 2011.

COSTA, M.; PRADO, Ana P.; ROSISTOLATO, Rodrigo “Talvez se eu tivesse algum conhecimento...”: caminhos possíveis em um sistema educacional público estratificado. interseções (UERJ), v.14, p.165 - 193, 2013.

FLEURY, Sonia. Militarização do social como estratégia de integração - o caso da UPP do Santa Marta. sociologias [online], vol.14, n.30, mai./ago 2012, p. 194-222.

GORARD, Stephen.; TAYLOR, Chris.; FITZ, John. school, markets and choice policies. London: Routledge Falmer. 2003.

GUIA DE MATRÍCULA, 2014.

KOSLINSKI, M. C.; BARTHOLO, T. L.; BRUEL, A. L. O.;costa, m. Caminho Marcado: transição entre escolas públicas municipais na cidade do Rio de Janeiro. Educação em Foco (Juiz de Fora), v.18, p.83 - 115, 2014.

RIBEIRO, Fernanda. Escola e favela: uma comparação entre os anos 1950 e os anos 2000. In: BURGOS. Marcelo.; PAIVA, Angela. A escola e a favela. Rio de Janeiro: PUC-Rio: Palla, 2009.

RIBEIRO, L.C.Q; KOSLINSKI, M. C. A cidade contra a escola? O caso do Município do Rio de Janeiro. revista Contemporânea de Educação, v. 4, p. 351-378, 2009.

SILVA, Eduardo Ribeiro Violência armada e Educação no Rio de Janeiro: Impactos educacionais das Unidades de Polícia Pacificadora. tese de doutorado, UERJ/Ciências Sociais. Ano de obtenção: 2015.

SILVA, Nelson.; HASENBALG, Carlos. Raça e oportunidades educacionais no Brasil. estudos afro-asiáticos, n. 18, maio 1990, p.73-91.

SKYES, Brooke. Between neighborhood and school: geography and education in Netherlands. tijdschrift voor economische en sociale geografie, vol. 102, n. 5, 2011, p. 607–614

Downloads

Publicado

20-12-2019

Como Citar

DA COSTA, Marcio; ALMEIDA, Karina Riehl de Souza. UPPs e educação: possíveis impactos da implantação das Unidades de Polícia Pacificadora na segregação escolar. Revista Brasileira de Segurança Pública, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 172–191, 2019. DOI: 10.31060/rbsp.2019.v13.n2.984. Disponível em: https://revista.forumseguranca.org.br/index.php/rbsp/article/view/984. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Violência em contexto escolar e escola em contexto violento