Gestão da informação e governos locais: experiências do Observatório de Segurança Pública de Canoas (RS) e novas possibilidades

  • Jardel Fischer Loeck
  • Thiago Medeiros Magnus
  • Daniel Montenegro
  • Eduardo Vieira Mattos
Palavras-chave: Segurança pública, Gestão da informação, Pesquisa de vitimização.

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo ressaltar a relevância da gestão da informação na área da segurança, a partir de metodologias científicas, com a intenção de qualificar institucional e tecnicamente a formulação, execução e avaliação de políticas públicas. Destaca-se a atuação do Observatório de Segurança Pública de Canoas (OSPC), no Rio Grande do Sul, como um exemplo empírico da utilização aplicada das ciências sociais para o fortalecimento da capacidade institucional do município nesse campo. Primeiramente, apresenta-se um breve resgate da história do OSPC, focando nos diagnósticos sociológicos que incidiram sobre a gestão da segurança pública em Canoas. Em um segundo momento, apresenta-se e problematiza-se um dos mais recentes estudos realizados pelo OSPC: a Segunda Pesquisa de Vitimização, realizada em janeiro de 2014, com moradores de Canoas. Ao final, chama-se a atenção para a importância do diálogo entre academia e gestão pública na área da segurança.

Biografia do Autor

Jardel Fischer Loeck
Sociólogo do Observatório de Segurança Pública de Canoas (RS). Doutor e Mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Pesquisador associado ao Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre Psicoativos (NEIP)
Thiago Medeiros Magnus
Coordenador do Observatório de Segurança Pública de Canoas (RS). Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Especialista em Segurança Pública e Mediação de Conflitos pela UFRGS.
Daniel Montenegro
Geógrafo do Observatório de Segurança Pública de Canoas (RS). Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Eduardo Vieira Mattos
Coordenador de projetos da área de Sistemas de Justiça e Segurança Pública no Instituto Sou da Paz. Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
Publicado
2016-09-29