Mandado de Segurança Criminal:

hipóteses de cabimento

Autores

  • Jorge André de Carvalho Mendonça Justiça Federal de 1° grau em Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.31060/rbsp.2021.v15.n1.1126

Palavras-chave:

Fundamentos Filosóficos dos Recursos. Hipóteses de Mandado de Segurança Criminal.

Resumo

A ampla previsão legal de recursos criminais no ordenamento jurídico brasileiro, ao lado da previsão constitucional do mandado de segurança, nos levou à indagação sobre o cabimento da impetração criminal no Brasil, tanto ideologicamente, como dogmaticamente. A nossa hipótese, que limitava o remédio à impugnação de decisões teratológicas, embora confirmada sob o ponto de vista ideológico, com base nos fundamentos filosóficos dos recursos em geral, foi afastada sob o ponto de vista dogmático, o que não impediu de verificarmos que a maioria das hipóteses casuísticas apontadas pela doutrina nacional são excessivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jorge André de Carvalho Mendonça, Justiça Federal de 1° grau em Pernambuco

Doutor em Direito Processual pela UNICAP; Visiting Scholar na Universidade de Duke-EUA (doutorado sanduíche); mestre em Direito Penal pela UFPE; especialista em Direito Processual Público pela UFF/RJ. Professor do mestrado da Faculdade Damas, juiz federal em Pernambuco, conteudista e tutor da ENFAM.

Referências

ARANHA, Adalberto José Q. T. de Camargo. Dos Recursos no Processo Penal. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2010.

ARAÚJO, José Henrique Mouta. Mandado de segurança em matéria penal: algumas variáveis. In: Revista dialética de direito processual, São Paulo, n. 100, p. 51-57, 2011.

AZEVEDO NETO, João Luiz Lessa de. Mandado de Segurança contra ato judicial: evolução, polêmica e cabimento. In: KOEHLER, Frederico Augusto Leopoldino (Org.). Comentários à nova lei do Mandado de Segurança. Porto Alegre: Nuria Fabris, 2012, p. 105-137.

BOBBIO, Norberto. Teoria da Norma Jurídica. 4. ed. São Paulo: Edipro, 2008.

BOSSIO, Ricardo Chirinos. El problema de la explicación en la ciencia. Las explicaciones causales em Bas Van Fraasen. In: Opción, Maracaíbo, año 23, n. 53, p. 140-155, 2007.

CAVALCANTE, Mônica Magalhães; SANTOS, Leonor Werneck. Referenciação e marcas de conhecimento partilhado. Linguagem em (Dis)curso, v. 12, n. 3, p. 657-681, dez. 2012.

DOMINGUES, Ivan. O Grau Zero do Conhecimento. São Paulo: Edições Loyola, 1991.

FREITAS, Ricardo de Brito A. P. Ciências Criminais e Filosofia Política: as possibilidades de diálogo interdisciplinar. In: Revista Brasileira de Ciências Criminais, São Paulo: Revista dos Tribunais, ano 14, n. 63, p. 188-230, 2006.

GRINOVER, Ada Pelegrini; GOMES FILHO, Antonio Magalhães; FERNANDES, Antonio Scarance. Recursos no Processo Penal. 4. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2005.

LIMA, Renato Brasileiro de. Manual de Processo Penal. 7. ed. Salvador: JusPodivm, 2019.

MATURANA, Humberto. A Ontologia da Realidade. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2001.

MINÁ, Frederico Ivens. Do mandado de segurança em matéria criminal. 16 fev. 2005.

MIRABETE, Julio Fabbrini. Processo Penal. 18. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

MOSSIN, Heráclito Antônio. Mandado de Segurança em Matéria Penal. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1996.

NUCCI, Guilherme de Souza. Manual de Processo Penal e Execução Penal. 11. ed. Rio de Janeiro: Forense, 2014.

PACELLI, Eugênio. Curso de Processo Penal. 23. ed. São Paulo: Atlas, 2019.

POULIN, Anne Bowen. Government Appeals in Criminal Cases: The Myth of Asymmetry. 2008.

RANGEL, Paulo. Direito Processual Penal. 11. ed. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2006.

ROMANO, Rogério Tadeu. Mandado de Segurança Contra Ato Judicial no Processo Penal. jul. 2015.

ROXIN, Claus. Derecho Procesal Penal. 1. ed. Buenos Aires: Editores Del Puerto, 2003.

SANDEL, Michael J. Justiça: o que é fazer a coisa certa. Tradução de Heloisa Matias e Maria Alice Máximo. 8. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.

SCHÜNEMANN, Bernd. La Reforma del Proceso Penal. Madrid: Editorial DYKINSON, 2005.

TÁVORA, Nestor; ALENCAR, Rosmar Rodrigues. Curso de Direito Processual Penal. 14. ed. Salvador: Juspodivm, 2019.

TOURINHO, Fernanda Cardoso Castro. Mandado de Segurança Criminal. 1. ed. São Paulo: IOB, 2008.

TOURINHO FILHO, Fernando da Costa. Manual de Processo Penal. 18. ed. São Paulo: Saraiva, 2018.

TOURINHO FILHO, Fernando da Costa. Processo Penal. v. 4. 35. ed., São Paulo: Saraiva, 2013.

TUCCI, Rogério Lauria. Do mandado de segurança contra ato jurisdicional penal. São Paulo: Saraiva, 1978.

VOLK, Klaus. Curso Fundamental de Derecho Procesal Penal. Traducción de la 7. ed. alemana por Alberto Nanzer, Noelia T. Núñez, Daniel R. Pastor y Eugenio Sarrabayrousse. 1. ed. Buenos Aires: Hammurabi, 2016.

Publicado

31-03-2021

Como Citar

CARVALHO MENDONÇA, Jorge André de. Mandado de Segurança Criminal:: hipóteses de cabimento. Revista Brasileira de Segurança Pública, [S. l.], v. 15, n. 1, 2021. DOI: 10.31060/rbsp.2021.v15.n1.1126. Disponível em: https://revista.forumseguranca.org.br/index.php/rbsp/article/view/1126. Acesso em: 18 jun. 2024.