Percepções sobre a igualdade entre homens e mulheres na Polícia Militar do Rio Grande do Sul

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31060/rbsp.2023.v17.n1.1485

Palavras-chave:

Mulheres policiais, Gênero, Igualdade, Polícia Militar do Rio Grande do Sul

Resumo

Este artigo busca analisar e compreender as percepções de gênero das mulheres policiais militares do Estado do Rio Grande do Sul e se a afirmação de igualdade profissional entre os sexos é consistente com o discurso igualitário da corporação; para tanto, será abordado o contexto histórico-social acerca das construções do gênero feminino e o seu espaço de atuação profissional no âmbito das instituições policiais militares. A pesquisa qualitativa, realizada em 2018, utilizou como técnica para a coleta de dados grupos focais compostos por mulheres policiais que ocupam o cargo de soldado na Polícia Militar do Rio Grande do Sul (Brigada Militar). Observou-se que as policiais entrevistadas sofrem situações de opressão e enfrentam dificuldades profissionais em razão do gênero, o que contraria o discurso da corporação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Krupp da Silva, OAB/RS

Bacharela em Direito, pelo Centro Universitário Ritter dos Reis – UniRitter (2019), pós-graduanda em Direitos da Mulher, graduanda de Bacharelado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, advogada, residente e domiciliada em Canoas, Rio Grande do Sul.

Dani Rudnicki, Universidade La Salle/Canoas

Professor do PPG Direito da Universidade La Salle/Canoas, Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS (2007), advogado, residente e domiciliado em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. 

Carmen Hein de Campos, Centro Universitário Ritter dos Reis – UniRitter

Professora da Escola de Direito do Centro Universitário Ritter dos Reis – UniRitter, Doutora em Ciências Criminais pela PUCRS (2013), advogada, residente e domiciliada em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.

Referências

AMOSSY, R. (Org.). Imagens de si no discurso: a construção do ethos. São Paulo: Contexto, 2008. BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 1990.

CALAZANS, M. E. A constituição de mulheres em policiais: um estudo sobre policiais femininas na Brigada Militar do Rio Grande do Sul. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre/RS, 2003.

CAPELLE, M. C. A.; MELO, M. C. O. L. Mulheres policiais, relações de poder e gênero na Polícia Militar de Minas Gerais. Revista de Administração Mackenzie, v. 11, n. 3, ed. esp., p. 71-79, 2010.

CARNEIRO, S. Enegrecer o feminismo: a situação da mulher negra na América Latina a partir de uma perspectiva de gênero. In: HOLLANDA, H. B. (Org.). Pensamento feminista: conceitos fundamentais. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2019, p. 313-321.

CASTRO, C. O espírito militar: um estudo de Antropologia Social na Academia Militar das Agulhas Negras. Rio de Janeiro: Editora Zahar, 1990.

CHAGAS, J. O. Brigada Militar: evolução e rumo. Passo Fundo: Ed. Brigada Militar, 1987.

CONSUL, J. C. D. P. Estilo de comando das oficiais da Brigada Militar da Região Metropolitana de Porto Alegre. Dissertação (Mestrado em Administração) – Escola de Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre/RS, 1999.

CRENSHAW, K. Documento para o encontro de especialistas em aspectos da discriminação racial relativos ao gênero. Estudos Feministas, v. 7, n. 12, p. 171-188, 2002.

DAVIS, A. Mulheres, raça e classe. Tradução de Heci Regina Candiani. São Paulo: Boitempo, 2016.

FBSP – FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. As mulheres nas instituições policiais. FBSP; NEOP-FGV-EAESP; Senasp/MJ; 2015.

LUGONES, M. Rumo a um feminismo decolonial. In: HOLLANDA, H. B. (Org.). Pensamento feminista: conceitos fundamentais. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2019, p. 357-377.

LUZ, A. F.; FUCHINA, R. A evolução histórica dos direitos da mulher sob a ótica do direito do trabalho. Anais do II Seminário Nacional de Ciência Política da UFRGS. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre Mulher e gênero (NIEM). Universidade Federal do Rio do Sul. Porto Alegre/RS, 2009.

MOREIRA, R. A participação de mulheres na construção da “Polícia Feminina” no Brasil –1940/1950. I Jornada CINIG de Estudios de Género y Feminismos. Teorías y políticas: desde el Segundo Sexo hasta los debates actuales. Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, La Plata/AR, 29-30 out. 2009.

MUSUMECI, L.; SOARES, B. M. Polícia e gênero: participação e perfil das policiais femininas nas PMs brasileiras. Gênero, v. 5, n. 1, p. 183-207, 2004.

NUMMER, F. V. Ser polícia, ser militar: o curso de formação na socialização do policial militar. Niteroi: EdUFF, 2005.

RIBEIRO, L. Polícia Militar é lugar de mulher?. Revista Estudos Feministas, v. 26, n. 1, 2018.

RIO GRANDE DO SUL. Lei Estadual No 7.977, de 08 de janeiro de 1985. Cria, na Brigada Militar do estado do Rio Grande do Sul, a companhia de polícia militar feminina e dá outras providências. Diário Oficial do estado do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, Rio Grande do Sul, n. 5, p. 1. 08 jan. 1985.

RUDNICKI, Dani. A formação social de oficiais da Polícia Militar: análise do caso da Academia da Brigada Militar do Rio Grande do Sul. Tese de doutorado. Porto Alegre, 2007. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Sociologia. 365 p.

SCHACTAE, A. M. Vestindo a farda: a identidade da mulher militar na polícia feminina no Paraná em 1977. PR: Capes, 2010.

SCOTT, J. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação & Realidade, v. 20, n. 2, p. 71-99, jul./ dez. 1995.

SENASP – SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA. Mulheres nas instituições de segurança pública: estudo técnico nacional. Brasília: Senasp; Ministério da Justiça, 2013.

SOARES, B. M.; MUSUMECI, L. Mulheres policiais: presença feminina na Polícia Militar do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.

Publicado

14-02-2023

Como Citar

KRUPP DA SILVA, Juliana; RUDNICKI, Dani; HEIN DE CAMPOS, Carmen. Percepções sobre a igualdade entre homens e mulheres na Polícia Militar do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Segurança Pública, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 254–269, 2023. DOI: 10.31060/rbsp.2023.v17.n1.1485. Disponível em: https://revista.forumseguranca.org.br/index.php/rbsp/article/view/1485. Acesso em: 15 abr. 2024.