A formação em Direitos Humanos a partir de um olhar sobre o corpo docente da academia da polícia civil de São Paulo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31060/rbsp.2022.v16.n1.1523

Palavras-chave:

Polícia Civil de São Paulo, Academia de Polícia, Formação em Direitos Humanos, Corpo Docente, Capacitação de Professores

Resumo

O programa da disciplina “Direitos Humanos: Polícia Civil e a Diversidade”, ministrada nos cursos de formação da Academia da Polícia Civil de São Paulo, passou por uma série de alterações ao longo dos anos, especialmente centradas na introdução de temas como gênero, raça, diversidade sexual e deficiência. A partir dessas reformulações, o presente artigo busca analisar se o corpo docente responsável pela disciplina recebeu formação inicial ou continuada para lidar com as novas demandas de ensino. Para tanto, buscou-se identificar os processos de seleção dos professores, bem como se houve programas de qualificação docente desenvolvidos pela unidade. O percurso metodológico baseou-se na pesquisa bibliográfica, com atenção para a literatura sobre formação policial e capacitação do corpo docente; documental, realizada no Diário Oficial do Estado e na legislação sobre a Academia de Polícia, especialmente a respeito da seleção e capacitação dos professores; e na observação participante. Constatou-se o pouco espaço que esse campo ocupa nas discussões sobre formação policial na literatura especializada e na própria Academia de Polícia, sendo poucas as iniciativas de qualificação de seus docentes, o que pode dificultar a efetiva concretização da proposta pedagógica apresentada nos novos conteúdos programáticos sobre direitos humanos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Rosa Gonçalves Mota, Polícia Civil do Estado de São Paulo

Pesquisadora e professora. Mestra em Estudos Avançados em Direitos Humanos pela Universidad Carlos III de Madrid. Licenciada em Educação e graduada em Letras Português-Espanhol pela Universidade de São Paulo. Graduada em Direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Delegada de Polícia da Polícia Civil de São Paulo entre 2007 a 2020.

Referências

ACADEPOL – ACADEMIA DE POLÍCIA. Portaria Acadepol 42, em 20 de agosto 2018. Cria o Programa de Pesquisa e Capacitação Continuada dos Policiais Civis do Estado de São Paulo em Feminicídio e a Investigação sob a Perspectiva de Gênero. São Paulo, 20 ago. 2018.

BASTOS, E. A. A formação profissional de policiais de investigação criminal (delegados e detetives): Estudo dos Currículos da Academia da Polícia Civil de Minas Gerais de 1985 a 2002. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2008.

BRASIL. MINISTÉRIO DA JUSTIÇA. SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA. Matriz Curricular Nacional Para Ações Formativas dos Profissionais da Área de Segurança Pública. Brasília: Secretaria Nacional de Segurança Pública, 2014.

BRASIL. MINISTÉRIO DA JUSTIÇA; FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Mapeamento de modelos de ensino policial e de segurança pública no Brasil. São Paulo: FBSP, 2013.

BARALDI, T. C. A. A formação técnico-profissional do delegado de polícia de São Paulo. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Marília, 2012.

BRESSOUX, P. As pesquisas sobre o efeito-escola e o efeito-professor. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 38, p. 17-89, 2003.

CAÇAPAVA, E. P. da C. A formação do policial civil de São Paulo em direitos humanos: o caso ACADEPOL. Dissertação (Mestrado em Direito) – Faculdade de Direito, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

CARDIA, N. (Coord.). Pesquisa nacional, por amostragem domiciliar, sobre atitudes, normas culturais e valores em relação à violação de direitos humanos e violência: Um estudo em 11 capitais de estado. São Paulo: Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo, 2012.

CUNHA, M. I. da. Inovações pedagógicas: o desafio da reconfiguração de saberes na docência universitária. (Cadernos de Pedagogia Universitária, n. 6). São Paulo: Pró-Reitoria de Graduação, Universidade de São Paulo, set. 2008.

CUNHA, N. V. Como se “fabrica” um policial: algumas considerações em torno dos processos de socialização e formação profissional. Comum, Rio de Janeiro, v. 8, n. 22, p. 198-207, 2004.

DANTAS, G. R. Didática aplicada à segurança pública: um diálogo epistemológico sobre o policial-educador. Revista do Instituto Brasileiro de Segurança Pública, São Paulo, v. 2, n. 4, 2019.

FBSP – FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2020. São Paulo: FBSP, 2020a.

FBSP – FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Princípios e práticas de formação de policiais para o atendimento às mulheres em situação de violência. São Paulo: FBSP, 2020b.

GUEBERT, J. G. V.; MOTA, J. R. G. (Coords.). Feminicídios: Manual de Investigação de Mortes Violentas de Mulheres sob a Perspectiva de Gênero. São Paulo: Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra”, 2019a.

GUEBERT, J. G. V.; MOTA, J. R. G. (Coords.). Feminicídios: Diretrizes para o Atendimento de Local de Crime e Investigação de Mortes Violentas de Mulheres. São Paulo: Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra”, 2019b

LARINI, B. P. A formação profissional de policiais de polícia judiciária: estudo dos currículos da Academia da Polícia Civil do Rio Grande do Sul. Dissertação (Mestrado em Segurança Cidadã) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio Grande Do Sul, Porto Alegre, 2020.

LUPETTI BAPTISTA, B. G. O uso da observação participante em pesquisas realizadas na área do Direito: desafios, limites e possibilidades. In: MACHADO, M. R. (Org.). Pesquisar empiricamente o direito. São Paulo: Rede de Estudos Empíricos em Direito, 2017, p. 83-118.

MACAULAY, F.; MARTINS, J. Princípios Pedagógicos para a Formação Policial em Violência de Gênero. São Paulo: FBSP, 2018. Disponível em: https://forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2018/05/FBSP_Formacao_Policial_Violencia.Genero_port_2018.pdf. Acesso em: 14 mar. 2021.

MELO, J. J. S. de; CARVALHO, W. L. de. A educação corporativa e as políticas públicas: influências e novos desafios para a formação do profissional de segurança pública. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 35, jan./dez. 2019.

MOTA, J. R. G. da. La situación de vulnerabilidad de las mujeres y de las personas negras ante la actuación de los cuerpos policiales de Brasil: una aproximación desde la formación en derechos humanos. Dissertação (Mestrado em Estudos Avançados em Direitos Humanos) – Instituto de Derechos Humanos Gregorio Peces-Barba, Universidad Carlos III de Madrid, Getafe, Espanha, 2017.

NASCIMENTO, D. A.; CERQUEIRA, T. C. S. Concepções de professores da Academia de Polícia Militar de Brasília acerca de seus alunos. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. 4, p. 899-912, out./dez. 2015.

PEREIRA, B. C.; CRUZ, K. M. da C. Ensino Policial na Academia Integrada de Defesa Social: Instrução militar e profissionalidade docente em foco. Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación, A Coruña, Espanha, v. extr., n. 6, p. 340-345, 2017.

PIRES, T. A. P. de S. O ensino Policial Civil: O Caso da Academia de Polícia Civil de Goiás. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2008.

PONCIONI, P. O modelo policial profissional e a formação profissional do futuro policial nas academias de polícia do Estado do Rio de Janeiro. Sociedade e Estado, Brasília, v. 20, n. 3, p. 585-610, set./dez. 2005.

PONCIONI, P. Tendências e desafios na formação profissional no Brasil. Revista Brasileira de Segurança Pública, São Paulo, ano 1, ed. 1, p. 22-31, 2007.

PONCIONI, P. O profissionalismo na formação profissional do policial brasileiro: rupturas, permanências e desdobramentos contemporâneos. Segurança, Justiça e Cidadania: Educação Policial, Brasília, ano 4, n. 7, p. 47-75, 2014.

SÃO PAULO (Estado). Decreto No 60.930/2014 de 5 de julho de 1983. Reorganiza a Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra” - ACADEPOL, cria, nos Departamentos de Polícia Judiciária de S.Paulo Interior - DEINTERs 1 a 10, as unidades que especifica e dá providências correlatas. Disponível em: https://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/decreto/2014/decreto-60930-02.12.2014.html. Acesso em: 11 jan. 2022.

SÃO PAULO (Estado). Seleção de Professor Temporário de Direitos Humanos – Prot. 1328/97. Diário Oficial do Estado de São Paulo: Poder Executivo – Seção I, São Paulo, v. 107, n. 225, p. 40, 22 nov. 1997.

SÃO PAULO (Estado). Comunicado. [Instruções Especiais para o Curso Especial de Atualização para Docentes do Ensino Policial]. Diário Oficial do Estado de São Paulo: Poder Executivo – Seção I, São Paulo, v. 117, n. 127, p. 12, 7 jul. 2007.

SÃO PAULO (Estado). Comunicado. [Instruções Especiais para o Curso Especial de Atualização para Docentes do Ensino Policial]. Diário Oficial do Estado de São Paulo: Poder Executivo – Seção I, São Paulo, v. 118, n. 22, p. 14, 2 fev. 2008a.

SÃO PAULO (Estado). Comunicado. [Curso Especial de Atualização para Docentes do Ensino Policial]. Diário Oficial do Estado de São Paulo: Poder Executivo – Seção I, São Paulo, v. 118, n. 133, p. 5, 19 jul. 2008b.

SÃO PAULO (Estado). Processo Acadepol 562/2012. [Edital do Processo Seletivo para Professor de Direitos Humanos]. Diário Oficial do Estado de São Paulo: Poder Executivo – Seção I, São Paulo, v. 122, n. 106, p. 22, 6 jun. 2012.

SÃO PAULO (Estado). Comunicado. [Seminário Princípios Pedagógicos para a Formação Policial em Violência de Gênero]. Diário Oficial do Estado de São Paulo: Poder Executivo – Seção I, São Paulo, v. 129, n. 133, p. 7, 18 jun. 2019a.

SÃO PAULO (Estado). Polícia Civil. Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra”. Comunicado. [Seminário Feminicídio e a Investigação sob a Perspectiva de Gênero]. Diário Oficial do Estado de São Paulo: Poder Executivo – Seção I, São Paulo, v. 129, n. 180, p. 23, 21 set. 2019b.

SÃO PAULO (Estado). Polícia Civil. Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra”. Comunicado Processo Acadepol no S 534448/2019. [Edital de Processo Seletivo para Professor de Didática do Ensino Superior]. Diário Oficial do Estado de São Paulo: Poder Executivo – Seção I, São Paulo, v. 129, n. 232, p.105-106, 7 dez. 2019c.

SÃO PAULO (Estado). Polícia Civil. Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra”. Deliberações da Congregação, de 24-3-2021. Diário Oficial do Estado de São Paulo: Poder Executivo – Seção I, São Paulo, v. 131, n. 60, p. 7, 27 mar. 2021.

SINHORETTO, J.; SILVESTRE, G.; SCHLITTLER M. C. Desigualdade Racial e Segurança Pública em São Paulo: Letalidade policial e prisões em flagrante. São Carlos: Grupo de Pesquisa sobre Violência e Administração de Conflitos – UFSCar, 2014.

SILVA, C. A. G. da. O ensino de direitos humanos na Polícia Civil de São Paulo: aspectos formacionais da Academia de Polícia, desafios e perspectivas. Tese (Doutorado em Direito) – Faculdade de Direito, Pontifícia Universidade Católica de Direito, São Paulo, 2007.

SILVESTRE, G. Programa de Pesquisa e Capacitação Continuada dos Policiais Civis do Estado de São Paulo em Feminicídio e a Investigação sob a Perspectiva de Gênero. In: FBSP – FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Práticas de enfrentamento à violência contra as mulheres: experiências desenvolvidas pelos profissionais de segurança pública e do sistema de justiça. São Paulo: FBSP, 2019, p. 61-70.

UEDA, F. dos S. Gênero líquido e a formação do policial brasileiro. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade de Sorocaba, Sorocaba, 2020.

VEIGA, C. C. P. da S.; SOUZA, J. dos S. A produção científica sobre formação dos policiais militares no Brasil. Revista Brasileira de Segurança Pública, São Paulo, v. 12, n. 1, p. 50-70, fev./mar. 2018.

VERAS, J. B. R. Docência na Polícia Militar do Ceará: Curso de Formação de Soldado de Fileiras (Turma 2007). Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2008.

Publicado

2022-02-25

Como Citar

Gonçalves Mota, J. R. (2022). A formação em Direitos Humanos a partir de um olhar sobre o corpo docente da academia da polícia civil de São Paulo. Revista Brasileira De Segurança Pública, 16(1), 108–127. https://doi.org/10.31060/rbsp.2022.v16.n1.1523

Edição

Seção

Dossiê: A formação dos profissionais de segurança pública