A atuação da patrulha escolar comunitária no município de ponta grossa à luz da teoria bioecológica do desenvolvimento humano de Urie Bronfenbrenner

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31060/rbsp.2023.v17.n2.1535

Palavras-chave:

Patrulha Escolar Comunitária, Teoria Bioecológica, Desenvolvimento Humano

Resumo

Pautada no policiamento comunitário, a Patrulha Escolar Comunitária - PEC é um programa desenvolvido no Estado do Paraná que atua de forma integrada ao ambiente escolar e em articulação com as comunidades em diversos municípios do estado, entre eles o município de Ponta Grossa. Considerando as características desse programa, este artigo tem por objetivo analisar a sua atuação no município de Ponta Grossa, à luz da Teoria Bioecológica. Para tanto, realizou-se uma revisão de literatura sobre a referida teoria e uma breve caracterização da PEC e na sequência analisou-se dados documentais PEC de Ponta Grossa PEC-PG de 2018 e 2019. Os resultados indicam um conjunto de ações educativas desenvolvidas em articulação com as escolas e de forma interativa com a comunidade local, o que confirma a atuação policial a nível do mesossistema dos alunos e abre um espaço intervenções que considerem as demandas de desenvolvimento humano dos alunos, superando o padrão tradicional de atuação policial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silmara Carneiro Silva, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Professora do Dep. de Serviço Social e do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais Aplicadas na Universidade Estadual de Ponta Grossa. Doutora em Serviço Social e Política Social pela Universidade Estadual de Londrina. Professora Afiliada na Texas Tech University. Líder do Grupo de Pesquisa Estado, Políticas Públicas e Práticas Sociais.

Diana Galone Somer, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Doutoranda e Mestre em Ciências Sociais Aplicadas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, Graduada  em Tecnologia em Processos Gerenciais pela Faculdade de Tecnologia Internacional; Graduada em Serviço Social pela Universidade Estadual de Ponta Grossa; 

Paulo Cesar Marcondes, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Doutorando em Desenvolvimento Comunitário na Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná (UNICENTRO), Mestre em Desenvolvimento Comunitário na UNICENTRO, Graduado em Direito na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Oficial da Polícia Militar do Paraná (PMPR), atualmente no posto de Capitão.

Referências

BATALHÃO DE PATRULHA ESCOLAR COMUNITÁRIA (BPEC). Histórico do Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária. Ponta Grossa/PR, 2020a.

BATALHÃO DE PATRULHA ESCOLAR COMUNITÁRIA (BPEC). Relatórios da Polícia Militar do Paraná. Batalhão de Patrulha Escolar 2018 e 2019. Ponta Grossa/PR, 2020b.

BENETTI, I. C.; VIEIRA, M. L.; CREPALDI, M. A.; SCHNEIDER, D. R. Fundamentos da teoria bioecológica de Urie Bronfenbrenner. Pensando Psicologia, v. 9, n. 16. jan./dez. 2013.

BEZERRA, S. M. A. Educação em Direitos Humanos e a Mediação Escolar como Instrumento que possibilita a prática do aprendizado em Direitos Humanos. Dissertação (Mestrado em Direito Constitucional) – Centro de Ciências Jurídicas, Universidade de Fortaleza, Fundação Edson Queiroz, Fortaleza, 2008.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei Nº 13.140, de 26 de junho de 2015. Dispõe sobre a mediação entre particulares como meio de solução de controvérsias e sobre a autocomposição de conflitos no âmbito da administração pública [...]. Brasília, 26 de junho de 2015.

BRONFENBRENNER, U. Ecology of the family as a context for human development. Developmental Psychology, v. 22, n. 6, p. 723-742, 1986.

BRONFENBRENNER, U. Ecological systems theory. In: VASTA, R. (Ed.). Six theories of child development: Revisad formulations and current issues. London: Jessica Knigsley Publishers, 1992, p. 187-250.

BRONFENBRENNER, U. The ecology of cognitive development: Research models and fugitive findings. In: WOZNIAK, R.; FISCHER, K. (Eds.). Development in context: Acting and thinking in specific environments. Hillsdale/NJ: Erlbaum, 1993, p. 3-44.

BRONFENBRENNER, U. A ecologia do desenvolvimento humano: experimentos naturais e planejados. Trad.: M. A. V. Veronese. Porto Alegre: Artmed, 1996.

BRONFENBRENNER, U. The bioecological theory of human development. In: BRONFENBRENNER, U. (Org.). Making human beings human: Bioecological perspectives on human development. Thousand Oaks/CA, Sage, 2001/2005, p. 3-15.

BRONFENBRENNER, U. Bioecologia do desenvolvimento humano: tornando os seres humanos mais humanos. Porto Alegre: Artmed, 2011.

BRONFENBRENNER, U.; CECI, S. J. Nature-nurture reconceptualized in developmental perspective: A bioecological model. Psychological Review, v. 101, p. 568-586, 1994.

BRONFENBRENNER, U.; MORRIS, P. A. There ecology of developmental process. In: DAMON, W.; LERNER, R. M. (Eds.). Handbook of child psychology: Theoretical models of human development. v. 1, 5 ed. New York: John Wiley, 1998, p. 993-1029.

BRONFENBRENNER, U.; MORRIS, P. A. The bioecological model of human

development. In: DAMON, W.; LERNER, R. M. (Eds.). Handbook of child psychology: Theoretical models of human development. New York: John Wiley, 2006, p. 793-828.

CANÁRIO, R. A escola: das “promessas” às “incertezas”. Educação Unisinos, v. 12, n. 2, p. 73-81, mai./ago. 2008.

CARVALHO, A. D. Da violência como anátema à educação como projecto antropológico: algumas questões e perplexidades. In: HENNING, L. M. P.; ABBUD, M. L. M. Violência, indisciplina e educação. Londrina: Eduel, 2010, p. 19-25.

COSTA, J. F. Violência e psicanálise. Rio de Janeiro: Graal, 1986.

EUA. Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência. Disponível em: https://dare.org/why-d-a-r-e/.

JOHNSON, E. S. Ecological Systems and Complexity Theory: Toward an Alternative Model of Accountability in Education. Complicity, v. 5, n. 1, p. 1-10, 2008.

LERNER, R. M. Prefácio. In: BRONFENBRENNER, U. Bioecologia do desenvolvimento humano: tornando os seres humanos mais humanos. Trad.: A. Carvalho Barreto. Porto Alegre: Artmed, 2005/2011, p. IX-XXV.

MASSON, G. Materialismo histórico e dialético: uma discussão sobre as categorias centrais. Práxis Educativa, v. 2, n. 2, p. 105-114, 2007.

MARX, K; ENGELS, F. A Ideologia Alemã. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

MESQUITA NETO, P. Policiamento comunitário e prevenção do crime: a visão dos coronéis da Polícia Militar. Revista São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v. 18, n. 1, p. 103-110, jan./mar. 2004.

MILANI, F. M. Cultura de paz x violência: papel e desafios da escola. In: MILANI, F. M.; JESUS, R. C. D. P. (Orgs.). Cultura de paz: estratégias, mapas e bússolas. Salvador: INPAZ, 2003.

MOTA, M. E. Psicologia do desenvolvimento: uma perspectiva histórica. Temas em Psicologia, v. 13, n. 2, p. 105-111, 2005.

MUNIZ, J.; LARVIE, S. P.; MUSUMECI, L.; FREIRE, B. Resistências e dificuldades de um programa de policiamento comunitário. Tempo Social, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 197-213, 1997.

PARANÁ. Lei Nº 15.745, de 20 de dezembro de 2007. Dispõe sobre o efetivo da polícia militar do paraná fica acrescido em 200 policiais-militares, os quais serão distribuídos, por postos e graduações, conforme especifica e adota outras providências.

PRATI, E. P.; COUTO, M. C. P. P.; MOURA, A.; POLETTO, M.; KOLLER, S. H. Revisando a inserção ecológica: uma proposta de sistematização. Psicologia, Reflexão e Crítica, v. 21, n. 1, p.160-169, 2008.

SEIDEL, D. (Org.) Mediação de Conflitos: a solução de muitos problemas pode estar em suas mãos. Brasília: Vida e Juventude, 2007.

SIFUENTES, T. R.; DESSEN, M. A.; OLIVEIRA, M. C. S. L. Desenvolvimento humano: desafios para a compreensão das trajetórias probabilísticas. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 23, n. 4, p. 379-386, 2007.

SILVA, S. C.; TREJOS-CASTILLO, E. O desenvolvimento humano de adolescentes nos limites do cárcere: uma análise a partir do contexto sociopolítico e cultural no Brasil e nos EUA. Anais XXXII Congreso Internacional Alas Peru, Lima, Peru, dez. 2019.

SILVA, A. G.; GIMENIZ-PASCHOAL, S. R. Pesquisas sobre o programa educacional de resistência às drogas e à violência (PROERD). Revista LEVS, n. 6, p. 102-114, dez. 2010.

SKOLNICK, J. H.; BAYLEY, D. H. Policiamento Comunitário: Questões e práticas através do mundo. v. 6. São Paulo: Edusp, 2002.

SWATOWISKI, F. W. Validação da escala de atributos pessoais no contexto (EAPC) social. Dissertação (Mestrado em Ciências do Desenvolvimento Humano) – Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2011.

TUDGE, J. A teoria de Urie Bronfenbrenner: uma teoria contextualista?.

Publicado

01-08-2023

Como Citar

SILVA, Silmara Carneiro; GALONE SOMER, Diana; CESAR MARCONDES, Paulo. A atuação da patrulha escolar comunitária no município de ponta grossa à luz da teoria bioecológica do desenvolvimento humano de Urie Bronfenbrenner. Revista Brasileira de Segurança Pública, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 10–33, 2023. DOI: 10.31060/rbsp.2023.v17.n2.1535. Disponível em: https://revista.forumseguranca.org.br/index.php/rbsp/article/view/1535. Acesso em: 15 abr. 2024.