Violência doméstica contra mulheres e a relação possível com indicadores econômicos e sociais

Autores

  • Janael da Silva Alves Universidade Federal de Alfenas UNIFAL/MG

DOI:

https://doi.org/10.31060/rbsp.2021.v15.n1.1182

Palavras-chave:

Violência Doméstica, Segurança Pública, Violência Intrafamiliar, Sul de Minas Gerais

Resumo

Os crimes de violência doméstica contra a mulher são caracterizados como aqueles que acontecem no âmbito das relações familiares, esta modalidade criminosa veio a ser considerada uma política pública a partir do ano de 2006 com a edição da lei nominada “Maria da Penha” quando os crimes de violência doméstica passaram a ser monitorados com maior acuidade pelos governos e órgãos de segurança pública. Por meio deste trabalho se vai realizar uma análise descritivo comparativa dos registros de crimes de violência doméstica contra a mulher ocorridos no ano de 2018 nas regiões Sul e Norte do Estado de Minas Gerais, buscando a possível relação entre os indicadores socioeconômicos destas regiões e os registros de violência doméstica. O trabalho foi desenvolvido utilizando-se de fontes de dados oficiais divulgados por meio de sites do governo de Minas Gerais. Descobriu-se existe uma correlação entre indicadores econômico sociais favoráveis e o alto número de registros de ocorrências de violência doméstica.

Biografia do Autor

Janael da Silva Alves, Universidade Federal de Alfenas UNIFAL/MG

Graduado em Geografia, mestre em Gestão Pública e Sociedade, especialista nas áreas de Gestão em Segurança Pública, Planejamento e Gestão de Trânsito, Direito Administrativo e Educação em Direitos Humanos. Sargento na Policial Militar de Minas Gerais.

Downloads

Publicado

2021-03-01