Violência doméstica contra mulheres e a relação possível com indicadores econômicos e sociais

Autores

  • Janael da Silva Alves Universidade Federal de Alfenas UNIFAL/MG

DOI:

https://doi.org/10.31060/rbsp.2021.v15.n1.1182

Palavras-chave:

Violência Doméstica, Segurança Pública, Violência Intrafamiliar, Sul de Minas Gerais

Resumo

Os crimes de violência doméstica contra a mulher são caracterizados como aqueles que acontecem no âmbito das relações familiares, esta modalidade criminosa veio a ser considerada uma política pública a partir do ano de 2006 com a edição da lei nominada “Maria da Penha” quando os crimes de violência doméstica passaram a ser monitorados com maior acuidade pelos governos e órgãos de segurança pública. Por meio deste trabalho se vai realizar uma análise descritivo comparativa dos registros de crimes de violência doméstica contra a mulher ocorridos no ano de 2018 nas regiões Sul e Norte do Estado de Minas Gerais, buscando a possível relação entre os indicadores socioeconômicos destas regiões e os registros de violência doméstica. O trabalho foi desenvolvido utilizando-se de fontes de dados oficiais divulgados por meio de sites do governo de Minas Gerais. Descobriu-se existe uma correlação entre indicadores econômico sociais favoráveis e o alto número de registros de ocorrências de violência doméstica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Janael da Silva Alves, Universidade Federal de Alfenas UNIFAL/MG

Graduado em Geografia, mestre em Gestão Pública e Sociedade, especialista nas áreas de Gestão em Segurança Pública, Planejamento e Gestão de Trânsito, Direito Administrativo e Educação em Direitos Humanos. Sargento na Policial Militar de Minas Gerais.

Referências

CERQUEIRA, D. et al. Avaliando a Efetividade da Lei Maria da Penha. Texto para discussão, Brasília, n. 2048, p. 1-36, mar. 2015.

DE ALCÂNTARA, Patrícia Pereira Tavares et al. Perfil da Mulher vítima de violência de gênero: um estudo documental. Revista E-Ciência, v. 6, n. 1, 2018.

DE LUCENA, Kerle Dayana Tavares et al. Associação entre a violência doméstica e a qualidade de vida das mulheres. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 25, p. 1-8, 2017.

DIAS, Isabel. Exclusão social e violência doméstica: que relação?. Sociologia: Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, v. 8, 2017.

IBGE. Censo demográfico 2010. IBGE: Insituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2010.

IBGE. Divisão regional do Brasil em geográficas imediatas e regiões geográficas intermediárias 2017. Rio de Janeiro: IBGE: Insituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2017.

MACDONALD, Ziggy. Official crime statistics: their use and interpretation. The Economic Journal, v. 112, n. 477, p. F85-F106, 2002.

MADALOZZO, Regina; FURTADO, Giovanna Maia. Um estudo sobre a vitimização para a cidade de São Paulo. Brazilian Journal of Political Economy, v. 31, n. 1, p. 160-180, 2011.

MARTINS, Jayne Cecília. Determinantes da violência doméstica contra a mulher no Brasil. 2017. Tese de Doutorado. Dissertação de Mestrado em Economia Aplicada, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, Brasil). Retrieved from http://www. locus. ufv. br/handle/123456789/12860.

MINAS GERAIS, Minas em Números. A situação econômica e Social de Minas Gerais.

MOREIRA, Gustavo Carvalho et al. Programa Bolsa Família e violência doméstica contra a mulher no Brasil. Estudos Econômicos (São Paulo), v. 46, n. 4, p. 973-1002, 2016.

RIBERO, Rocio; SÁNCHEZ, Fabio. Determinants, effects and costs of domestic violence. Documento, CEDE, v. 38, 2005..

SENADO FEDERAL, Brasil. Lei Maria da Penha.

WHOQOL Group. The World Health Organization quality of life assessment (WHOQOL): Development and general psychometric properties. Social science & medicine, v. 46, n. 12, p. 1569-1585, 1998.

ZALUAR, Alba. UM DEBATE DISPERSO violência e crime no Brasil da redemocratização. Revista São Paulo em Perspectiva, v. 13, p. 3, 1999.

Publicado

01-03-2021

Como Citar

ALVES, Janael da Silva. Violência doméstica contra mulheres e a relação possível com indicadores econômicos e sociais. Revista Brasileira de Segurança Pública, [S. l.], v. 15, n. 1, p. 112–121, 2021. DOI: 10.31060/rbsp.2021.v15.n1.1182. Disponível em: https://revista.forumseguranca.org.br/index.php/rbsp/article/view/1182. Acesso em: 25 maio. 2024.