Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • Antes de submeter o artigo, o autor deve ter estar de acordo com os princípios da RBSP, quais sejam: INEDITISMO, ORIGINALIDADE, INTEGRIDADE ACADÊMICA, ANTI-PLÁGIO e ÉTICA EM PESQUISA COM SERES HUMANOS. Somente são considerados para avaliação os artigos que seguirem todas as diretrizes, assim como as orientações sobre a forma, apresentadas a seguir.
  • O artigo não deve conter qualquer tipo de identificação dos autores, como NOME, INSTITUIÇÃO ou TÍTULO DO PROJETO DE PESQUISA a que o(s) autor(es) está(ão) vinculado(s).
  • A RBSP publica apenas textos em português, inglês e espanhol.
  • Ao submeter o texto, todos os autores devem informar filiação institucional, sua formação mais elevada, a cidade e o estado de residência, ORCID e o e-mail de contato - essas informações são obrigatórias para a publicação. Caso haja financiamento do trabalho a ser publicado, a instituição também deve ser indicada;
  • O manuscrito deverá ser apresentado em versão final, com correção ortográfica e gramatical no idioma correspondente e sem marcas de revisão. A extensão do artigo deverá ser de no mínimo 5.000 e no máximo 10.000 palavras, com espaços, incluindo a bibliografia, tabelas e diagramas. Os artigos devem ser submetidos em fonte Times New Roman, tamanho 12, com espaço 1,5. Não serão encaminhados a parecer artigos fora das normas de submissão, sendo que tais manuscritos são recusados imediatamente pelos editores;
  • O resumo deverá ter até 1.000 caracteres com espaços, na mesma configuração do artigo. O resumo deve especificar: problema, argumento central do artigo, contribuição substantiva ao campo da literatura em que se inscreve, materiais ou instâncias empíricas e escolhas metodológicas. É necessário que haja título, resumo e palavras-chave em duas línguas, sendo obrigatório que uma delas seja inglês. A segunda língua pode ser português ou espanhol, de forma correspondente ao corpo do texto;
  • As citações textuais devem aparecer entre aspas no corpo do texto, quando inferiores a duas linhas, e em novo parágrafo recuado, quando maiores de duas linhas. Citações deverão ser traduzidas à língua empregada pelo artigo, indicando em nota de rodapé o tradutor quando da primeira citação traduzida. Se for o próprio autor, dizer “tradução minha” ou “tradução nossa”;
  • Colocar como notas de rodapé apenas informações complementares e de natureza substantiva, sem ultrapassar três linhas;
  • No caso de artigos com tabelas, quadros, gráficos e figuras, informar em cada um(a) a fonte utilizada, inclusive quando se trata de elaboração própria (por exemplo, elaboração própria com base nos dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública (2020), ou elaboração própria com base em (Costa, 2020). Inclusive, quando os dados são originários de projeto coordenado pelo autor, é preciso informar o nome do projeto como fonte (não identificar diretamente o autor nesta citação).
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.

Diretrizes para Autores

Toda a equipe editorial, os autores e os avaliadores, devem estar em conformidade com o Código de Ética da RBSP. 

Referências Bibliográficas

Menções aos autores no texto devem observar o padrão (autor, ano) ou (autor, ano: página), como nos exemplos: (Costa, 2020) ou (Costa, 2020, p. 10). Se houver mais de um título do mesmo autor no mesmo ano, eles são diferenciados por uma letra após a data: (Costa, 2020a), (Costa, 2020b) etc.

As referências bibliográficas devem ser citadas ao final do artigo, obedecendo aos seguintes critérios, seguindo a NBR 6023:2002, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT):

Livro: sobrenome do autor (em caixa alta) /VÍRGULA/ seguido do nome (em caixa alta e baixa) /PONTO/ título da obra em negrito /PONTO/ nome do tradutor /PONTO/ nº da edição, se não for a primeira /VÍRGULA/ local da publicação /DOIS PONTOS/ nome da editora /VÍRGULA/ data /PONTO.

Artigo: sobrenome do autor, seguido do nome (como no item anterior) /PONTO/ título do artigo /PONTO/ nome do periódico em negrito /VÍRGULA/ volume do periódico /VÍRGULA/ número da edição /VÍRGULA/ data /VÍRGULA/ numeração das páginas /PONTO.

Capítulo: sobrenome do autor, seguido do nome (como nos itens anteriores) /PONTO/ título do capítulo /PONTO/ In /DOIS PONTOS/ sobrenome do autor (em caixa alta) /VÍRGULA/ seguido do nome (em caixa alta e baixa) /PONTO/ título da obra em negrito /PONTO/ local da publicação /DOIS PONTOS/ nome da editora /VÍRGULA/ data /PONTO.

Coletânea: sobrenome do organizador, seguido do nome (como nos itens anteriores) /PONTO/ título da coletânea em negrito /PONTO/ nome do tradutor /PONTO/ nº da edição, se não for a primeira /VÍRGULA/ local da publicação /DOIS PONTOS/ nome da editora /VÍRGULA/ data /PONTO.

Teses acadêmicas: sobrenome do autor, seguido do nome (como nos itens anteriores) /PONTO/ título da tese em negrito /PONTO/ número de páginas /PONTO/ grau acadêmico a que se refere /TRAVESSÃO/ instituição em que foi apresentada /VÍRGULA/ data /PONTO.

             Quadros e tabelas

A inclusão de quadros ou tabelas deverá seguir as seguintes orientações:

a) Quadros, mapas, tabelas etc. em arquivo Excel ou similares separado, com indicações claras, ao longo do texto, dos locais em que devem ser incluídos.

b) As menções a autores, no correr do texto, seguem a forma-(Autor, data) ou (Autor, data, página).

c) Colocar como notas de rodapé apenas informações complementares e de natureza substantiva, sem ultrapassar 3 linhas.

 

Os critérios bibliográficos da Revista Brasileira de Segurança Pública tem por base a NBR 6023:2002, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Artigos

Deverão ser precedidos por um breve resumo, em português e em inglês.

Palavras-chave deverão ser destacadas (palavras ou expressões que expressem as idéias centrais do texto), as quais possam facilitar posterior pesquisa ao trabalho na biblioteca.

Serão aceitos artigos escritos nas línguas portuguesa, inglesa e espanhola.

Não serão devidos direitos autorais ou qualquer remuneração pela publicação dos trabalhos em nossa revista, em qualquer tipo de mídia impressa (papel) ou eletrônica (Internet, etc.).

A simples remessa do original para apreciação implica autorização para publicação pela revista, se obtiver parecer favorável.

 

Resenhas

Serão aceitas resenhas de livros publicados no no máximo há três anos sobre temas relacionados à segurança pública, além de conter a referência completa do livro.

Dossiê: A formação dos profissionais de segurança pública

Dossiê: A formação dos profissionais de segurança pública

Organizadores: Rodrigo Ghiringhelli de Azevedo (PUCRS); Marlene Inês Spaniol (PUCRS); Fernanda Bestetti de Vasconcellos (UFRGS)

 

O tema do profissionalismo dos integrantes da segurança pública no Brasil é reiteradamente apontado como um recurso importante, capaz de orientar mudanças nas práticas e nos procedimentos dominantes da polícia brasileira, ajudando a torná-la mais eficiente, responsável e efetiva nas suas atribuições. Considerando que os primeiros contatos do profissional de segurança pública com a prática da atividade de polícia serão determinantes para a constituição do seu perfil profissional, e que a totalidade destes agentes públicos passa por um curso de formação antes de começar a exercer suas funções, é a partir destes dois vetores que o policial irá adquirir os conhecimentos teóricos e práticos que irão orientar a sua atuação. Neste dossiê, temos interesse em trabalhos sobre os processos formativos de todos os órgãos policiais que integram o Sistema Nacional de Segurança Pública, inclusive com as recém-criadas Polícias Penais, assim como a formação das Guardas Civis Municipais para atuação em políticas locais de prevenção à violência, por meio de abordagens preferencialmente empíricas e utilizando dados quantitativos ou qualitativos com fontes de pesquisa nacionais e internacionais acerca do tema. São bem vindos também estudos de países latino-americanos que, assim como o Brasil, passaram por processo de redemocratização e reformulação em suas forças policiais para delinear como se dão os processos formativos destes agentes públicos, bem como analisar seus avanços e desafios. Busca-se identificar quais são os avanços ocorridos neste campo pós-redemocratização, quais os principais desafios ou barreiras enfrentados, quais as especificidades na formação dos diferentes órgãos que atuam no campo da segurança pública e qual o impacto dos cursos na realidade do dia a dia da atividade policial.

 

Cronograma

28/10/2020 – Publicação da chamada

15/03/2021 – Data máxima para envio dos trabalhos à revista

15/03/2021 – Início da triagem e encaminhamento dos artigos para pareceres

15/05/2021 – Recebimento dos pareceres de cada artigo

30/05/2021 – Avaliação dos pareceres pelo comitê editorial

30/06/2021 – Prazo máximo para autores fazerem modificações nos artigos

Fevereiro/2022 - Publicação do Dossiê

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.